Procura apostilas? Pesquise aqui!

Gabarito e Resultado Concurso Professor PEBII SP 2013 - Informações

A FGV deve divulgar o gabarito da prova objetiva do concurso público para Professor de Educação Básica II  PEBII da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo SEESP em  19/11/2013, terça-feira nesta segunda-feira, 18/11/2013, conforme informação constante nas provas distribuídas, no site http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/pebsp, em horário não definido.

Atualizando em 18/11/2013, às 16:51 horas: de acordo com Comunicado da FGV, O gabarito oficial preliminar das provas escritas objetivas será divulgado no Diário Oficial do Estado e no endereço eletrônico http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/pebsp no dia 19 de novembro de 2013. Caberá recurso contra o gabarito oficial preliminar no prazo de 0h de 21 de novembro de 2013 até às 23h59min de 22 de novembro de 2013. 

Não foi divulgada a data de divulgação dos resultados do concurso para Professor PEB-II, que ocorrerão no mesmo endereço eletrônico.

As  59.000 vagas para Professor Educação Básica II (PEB - II), da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo SEE - SP, são para as disciplinas de Arte, Biologia, Ciências Físicas e Biológicas, Educação Física, Física, Filosofia, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Educação Especial - Deficiências Auditiva, Física, Intelectual, Visual e Transtornos Globais do Desenvolvimento.

O concurso contou com um total de 322,7 mil inscritos, sendo que 66,4% dos candidatos são mulheres. Veja a notícia completa com estes e outros dados, publicados no side da SEE-SP, abaixo:

Maioria dos inscritos no concurso histórico para professores é mulher e 40% têm entre 25 e 35 anos
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo acaba de traçar o perfil dos profissionais que no próximo sábado, dia 17, participam do maior concurso do magistério paulista. O levantamento mostra que 66,4% dos candidatos são mulheres e a maioria  (50,8%) das pessoas interessadas em atuar na rede estadual presta certame público pela primeira vez este ano. 

Os dados foram feitos com base no questionário aplicado no momento da inscrição. Ao todo, foram 322,7 mil inscritos, aumento de 24,1% em comparação ao último concurso de 2010, quando foram 260 mil inscrições. No total são 59 mil vagas. O exame acontece nos municípios-sede das 91 diretorias regionais de ensino e os locais de prova serão divulgados nesta quarta-feira, dia 13. Mais informações no Portal da Educação: www.educacao.sp.gov.br.

Sobre o perfil do candidato, os números mostram que apesar de quase metade ter 36 anos ou mais (49), quatro em cada dez inscritos estão na faixa-etária entre 25 e 35 anos. A pesquisa mostra também que 42,5% dos inscritos têm entre 6 e 25 anos de experiência na área e 44,2% são casados. Os participantes podem consultar a bibliografia no Portal da Educação.

"Estamos trabalhando para que, já no início de 2014, sejam chamados 20 mil profissionais. Conhecer o perfil dos docentes é importante para aperfeiçoarmos ainda mais as políticas em andamento que priorizam a valorização do servidor, exemplificadas pela oferta constante de cursos de formação e a construção em conjunto de um plano de carreira", afirma o secretário da educação, professor Herman Voorwald.

Formação

Já quando aprovados no concurso, os candidatos passam por um curso específico na Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores (Efap). Após o ingresso na rede, os professores têm acesso constante às aulas e capacitações. Por meio da Efap foram registrados só este ano 105 mil participações de docentes em cursos, número 88,6% maior do que os 55 mil registrados em 2010.

758 comentários:

1 – 200 de 758   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

Restam 58.999 vagas, porque uma já é minha :)

Anônimo disse...

Houve várias ausências nesse concurso!

alessandra disse...

na minha sala não houve nenhuma falta estava completa 80 pessoas

Anônimo disse...

na minha sala também. estava completa,




não faltou ninguém e todo mundo saiu sorrindo com a garantia de um emprego.

Anônimo disse...

a apeosp estava la desanimando todo mundo disse 95% dos aprovados serão excluidos e ...sera verdade nós professores somos trabalhadores e Deus vai nos ajudar eu tenho fé.

Fabio Ferraz disse...

Na minha sala houve muitas faltas.

Anônimo disse...

Na minha sala só havia 19 pessoas...muitos faltosos.

Anônimo disse...

Como diz a moça do ENEM essa prova foi du caraioooo...era um TEK TEK TEK...parte geral muito bem, masss parte especifica o que era aquilo rapaz não era de DEUS nãooooo.

Anônimo disse...

Na sala em que eu estava em Guarulhos as duas aplicadoras saíram da sala fora o salto de uma delas que incomodava tek, tek, tek

Anônimo disse...

Fala sério,mas cadê o gabarito?

Anônimo disse...

Pessoal, acho que na capital a abstenção foi enorme. Na minha sala havia 18 presenças contra 13 faltas (DE Centro). Mas então, e o gabarito? Alguém sabe?

BETTY MARQUES disse...

FOI UM FALTA DE RESPEITO COM OS PROFESSORES !!ESTUDAMOS UMA COISA E IXIGIRAM OUTRA.DEVE TER UM JEITO DE REVERTER ESSA PALHAÇADA!!!INDGINADAAA

Anônimo disse...

Na prova que recebemos, havia uma informação de que o gabarito seria divulgado dia 18/11/2013. Não creio que seja 3ª feira.

Anônimo disse...

Então só restam 58.998,porque uma já é minha!!!

Anônimo disse...

Compreendo sua indignação Betty Marques.
Porém, ao ler seu comentário "ixigiram", não creio que estejam errados... Complicado...

Anônimo disse...

Boa sorte à todos !Eu só preciso de uma vaga, as demais podem ficar para vocês... Marta Lima

Anônimo disse...


"Ixigiram" foi osso!!!

Paulo disse...

Me chamo Paulo, e estou de pleno acordo com a Betty li vários livros alguns com mais de 500 paginas e não caiu uma só questão sobre os livros da bibliografia. Querem provar que os professores são incompetentes mas não irão conseguir.

Dema disse...

ACHO QUE É NORMAL, ESTAMOS PLEITEANDO UMA VAGA, ENTRAM OS QUE SABEM MAIS.
CONCURSO PARA PROFESSORES!!!!

BOA SORTE E QUE FAÇAM O QUE A EDUCAÇÃO PRECISA!!
PROFISSIONALISMO!!!

Kelly disse...

Esses são os professores que ingressarão na rede pública para ensinar nossos jovens. "ixigiram".

Anônimo disse...

A prova de matemática estava difícil ou eu estava despreparado??

Anônimo disse...

Provinha fácil, baba, teta, Quem não conseguir passar não merece ser professor do ESTADO!

Anônimo disse...

Desculpe aí. ..o que está fazendo prestando um concurso no estado para ganhar uma mereca se é tão bao procura algo melhor! !! Opinião é opinião. ...

Anônimo disse...

Algumas disciplinas estava muito fácil, como por ex: educação física, mais ciências estava dificílima.

Anônimo disse...

A prova que fiz foi em Caraguatatuba, houve tb bastan
te faltosos e na 2°parte da prova uma desorganização total!Vieram provas de química no meio das de sociologia atrasando o processo, sai de lá com uma má impressão desta instituição FGV...

raquel silva disse...

olha já sai de concurso achando que acertei tudo então não cante vitoria antes da hora mas boa sorte.que maria mãe de Deus passe na minha frente e me ajude

Anônimo disse...

"Provinha difícil esta ,esta é para reprovar e não para aprovar...
muito confusa....
Tem que continuar faltando professor no Estado mesmo!!!

Anônimo disse...

o portão abre com 20 minutos de atraso, todos professores na chuva. O gabarito é prometido para um dia e sai no outro. Está faltando planejamento, cobram tanto isso do professor. Cadê o planejamento pessoal?????????????????????

Anônimo disse...

em uma sala aqui em santo amaro todos colaram a prova de artes. os monitores eram uns vacilões. Agora falar que a prova de matemática estava baba, tá de brincadeira. com o tempo, só deu pra resolver 4 questões, pra chegar no resultado. depois só faltava 30 min pra acabar a prova, todos riram.

Anônimo disse...

Vergonha Nacional esta na hora de nos unir e acabar com essa palhaçada!!!!!

Anônimo disse...

Este concurso confuso é para chamar o professor de burro depois de estudar a morrer! As específicas não têm nada a ver!!!

Anônimo disse...

CADÊ MESMO O GABARITO???
FGV??

Anônimo disse...

Na minha sala faltaram 10 pessoas...mas não estava tão fácil assim...

Anônimo disse...

Além de confusa, esta prova tinha erros de ortografia...cadê o gabarito?????

Ailson disse...

Eu fiz um curso para prestar esse concurso fiquei indignado mas não com a prova foi a maneira das abordagens propostas para nós professores aplicarmos em sala de aula quem escreve esses livros e criaram essas leis ha muito tempo não entram em uma sala de aula,coisas do tipo impossível trabalhar com os adolescentes e jovens de hoje o que li nos livros e na LDB foi UTOPIA e nada além disso no mais boa sorte a todos para quem não passar vai um consolo existe milhares de lugares para se trabalhar melhor que o estado OK.

Anônimo disse...

QUEM FEZ O CONCURSO DE PROFESSORES DO DIA 17 DE NOVEMBRO DE 2013, O MAIOR DA HISTÓRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO, DEVE ESTAR PENSANDO, POR QUE COBRARAM TANTOS AUTORES, E APENAS POUCOS FORAM EXIGIDOS? MAS TAMBÉM SEI, QUE NUNCA EM NENHUM CONCURSO É FÁCIL O INGRESSO NO ESTADO. ENFIM, SER PROFESSOR NO BRASIL, É COMPETIÇÃO. QUE DEUS NOS ABENÇOE, A TODOS.

Anônimo disse...

QUEM FEZ O CONCURSO DE PROFESSORES DO DIA 17 DE NOVEMBRO DE 2013, O MAIOR DA HISTÓRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO, DEVE ESTAR PENSANDO, POR QUE COBRARAM TANTOS AUTORES, E APENAS POUCOS FORAM EXIGIDOS? MAS TAMBÉM SEI, QUE NUNCA EM NENHUM CONCURSO É FÁCIL O INGRESSO NO ESTADO. ENFIM, SER PROFESSOR NO BRASIL, É COMPETIÇÃO. QUE DEUS NOS ABENÇOE, A TODOS.

Anônimo disse...

Estou ficando burro e desinteressado pela sabedoria com esses alunos do carai de SP.....

Anônimo disse...

nA MINHA SALA NÃO HOUVE CONFUSÃO.
SÓ HOUVE DUAS FALTAS E A PROVA ESPECÍFICA NÃO TEVE NADA FÁCIL(MUITA GRAMÁTICA).
eM FRANCA , NÃO HOUVE TUMULTO!!

Anônimo disse...

Realmente a prova de matemática foi osso!!!

Anônimo disse...

Uma desorganização tremenda, uma falta de respeito com nós professores. Indignada! Prefiro mil vezes as provas da Fuvest á essa porcaria de FGV. Gente, quem preparou as provas não foi o governo, foi esse pessoal incompetente. Palhaçada total.

Anônimo disse...

Nunca menti tanto numa prova dissertativa como a de ontem....hahaa

Anônimo disse...

O que vai acontecer com os "O" e outros que não passaram ????
E os "F"??

Anônimo disse...

Pra começar é uma falta de respeito com o professor o gabarito ser disponibilizado somente amanhã, já que no dia da prova nos foi passado que estaria disponível nesta segunda feira 18 de novembro.
Em relação as provas realmente foi muito difícil, visto que foi desumano colocar 2 períodos de provas alem de que alguns colegas fariam para 2 disciplinas.
Independente de qualquer coisa acredito que a educação esta totalmente largada, aumento para uns e não para todos, um bônus para alguns nos exigem todos os anos provas e provas, e capacitações etc e no final de tudo o governo ainda acha que não estudamos, que não damos aula direito e a culpa é sempre nossa e assim vai continuar até o dia em que não tiver mais nenhum professor.

Anônimo disse...

Esse concurso foi uma palhaçada, além disso na minha sala o celular tocou e a pessoa não foi eliminada!
Palhaçadaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!

Anônimo disse...

História também estava muito difícil o que será que o governo pretende?

Anônimo disse...

História também estava muito difícil o que será que o governo pretende?

Anônimo disse...

Somente amanhã o gabarito?
Sem comentários.

Anônimo disse...

Eu nem estudei e fui muito bem na pedagógica, era só ler com atenção as perguntas.

José Antonio disse...

Empresa horrivél. exigem tudo dos concursandos mas eles obviamente não tem compromisso algum com a gente. Sou deficiênte fisíco cadeirante e mais uma vez tive que pagar R$ 30 Reais para mandar via sedex um laudo só para provar que sou deficiente e me mandaram em uma escola horrivel sem nenhuma adapatação, tive que fazer xixi no copo. parabéns fgv

Anônimo disse...

O Governo brasileiro é incompetente e joga a culpa nos professores.. que são as pessoas mais importantes nesse mundo, afina não existe médico, motorista nem presidente, sem antes ter passado pelos professores.. Nós somos formadores de cidadãos e por mais que muitas pessoas não acreditem mais na educação.. Eu acredito e eu vou continuar fazendo a minha parte... Professores eu sou admiradora de vocês, exatamente por isso que hoje eu sou uma professora... e o Governo incapaz de se tornar uma potência no mundo, que não investe na educação pública por querer que somente a Elite tenha acesso à uma educação de qualidade, este governo quer nos colocar para baixo e com esta prova dizer: EU DEI O CONCURSO, ELES NÃO PASSARAM PORQUE SÃO DESPREPARADOS "RECICLAGEM NELES"... É isso que eles querem falar de nós... mas eu sempre falo, para de parar avenidas para fazer protestos.. lá só tem trabalhadores tentando voltar para casa, a Elite, o Governo, anda de Helicóptero... Vamos bater na porta de quem realmente nos deve explicações... Vamos à Brasilia... vamos fazer igual os Índios.. que ficaram dias lá, acampados em frente ao palácio... e eles conseguiram negociar os direitos... de uma coisa eu tenho certeza... tem muito mais professores no Brasil do que Índios.. se houvesse uma mobilização de verdade, Geral, que chamasse a atenção da mídia internacional... o Brasil faria algo pra mudar a nossa situação... nunca seremos um país desenvolvido enquanto a educação não for prioridade... Para quem não conhece... Procurem saber a história da Austrália... tenho vergonha do Brasil...

Anônimo disse...

De Itaquaquecetuba, fiz a prova de história,na E.E Algarve não tinha agua e nem banh estudei 15 autores só Paulo Freire foi mencionado ooooooo prova do cagaio como diz o gagofonico, em fim percebi que os professores expressavam em seus olhares um choque cultural,onde estava todos perdidos dentro de um caldeirão de letras tentando formar palavras mas encontrava somente as consoantes.

Anônimo disse...

O que pensar de uma prova,para prof. de português, onde não se valoriza a literatura,a gramática(na sua forma mais plena)utilizando somente exceções e estudos de casos que desnorteiam a realidade da sala de aula atual?

Anônimo disse...

É O FIM DA PICADA MARCAR UMA PROVA DE CONCURSO NO LITORAL EM FERIADO PROLONGADO E EM CIDADES SENTIDO SÃO PAULO! MUITA GENTE NÃO CONSEGUIU CHEGAR DEVIDO AOS GRANDES CONGESTIONAMENTOS!!! E MUITA CHUVA TAMBÉM!!

Anônimo disse...

Poxa José Antonio, já estava indignada com a prova absurda que nos foi imposta na parte específica (falei com colegas de diversas áreas e todos reclamaram das questões super difíceis e pelo fato dos autores cobrados na bibliografia, sequer terem sido citados)me deparo com a falta de respeito com a sua condição, concordo plenamente contigo, já que exigiram laudo em relação à seu problema de mobilidade, deveriam no mínimo terem disponibilizado um local plenamente acessível, é uma palhaçada mesmo, saí de lá me sentindo uma imbecil e pelo jeito foi a sensação da maioria de nós.

Anônimo disse...

Betty Marques depois do ixigiram entendo porque a prova tava difícil!

Anônimo disse...

A prova fe matemática estava um pouco difícil mesmo? mais não todos tipo os de geometria tava medianos eu disse eu prefiro a matemática do ITA que faço kkkkkk

Anônimo disse...

Teve gente que ficou de lápis, caneta em material escuro, borracha e todo tipo de relógio durante a prova.

Anônimo disse...

Kkkkk

Anônimo disse...

Achei a prova de biologia, também, bastante difícil. Exigiram o conhecimento de muitos detalhes dentro de processos complexos, foi osso!!!

Anônimo disse...

Realmente uma VERGONHA estas provas querem mesmo HUMILHAR extensas para que??? Ainda vão sair falando que os professores estão DESPREPARADOS...assim que é o nosso Brasil...enr
ola hoje amanhã e assim vai...promessas e mais promessas...

Anônimo disse...

Meu Deus! Quando falam que os professores estão despreparados eu sempre discordo... porém, vendo os comentários, tenho pena dos alunos em serem ensinados por tanta gente ignorante! Vamos ao menos procurar o GOOGLE como as palavras são escritas antes de redigir!

carla disse...

carla
a parte pdagógica foi fácil, mas a específica foi para mostrar a incompetência do professor, foi para baixar a auto-estima do profissional que já está lá embaixo

PROFESSOR disse...

Bom dia Caros Professores! Essa FGV, realmente é uma vergonha!!!
Desorganizada e sem consideração alguma por nós PROFESSORES.
Lamentável!!!

Weldermat disse...

Não sei vocês... mas achei a prova de matemática bem complicada!
Acredito que a intenção do estado é fazer com que poucos sejam aprovados para que depois eles tenham argumentos para não darem um aumento para os professores.
Ex: De 59 mil inscritos, apenas 10 mil aprovados, como querem um aumento se nem tiveram capacidade para serem aprovados no concurso?

Complicado... mas para quem realmente estudou, que Deus abençoe e faça o melhor em sua vida.

Weldermat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CÍCERO disse...

Sou mestrando em Ed. Matemática e a prova específica estava simplesmente horrível. Não é dessa forma que se avalia professores! Os poucos que serão aprovados sintam-se muito honrados porque a prova estava fu ...Indignado

graciana disse...

Infelizmente na minha sala devia ter só uns 15 candidatos p/ ed. especial auditiva, lamentável... isso mostra o desenternece nesse atendimento... Mas fé em Deus! que ele resolvera! boa sorte a nós todos!!!


Graciana.

sandro aparecido maia disse...

Eu só queria a honestidade da FGV,na hora de publicar o edital,respeite o edital do concurso por favor.

Anônimo disse...

Um bando de chorão... onde é que ta escrito no edital que a FGV era obrigada a citar todos os autores??? Nunca prestaram concurso na vida??? qualquer concurso é assim.. um monte de matéria pra estudar e cai uma ou outra coisa... A prova não tava tão díficil não, tava era até fácil... Não foi exigido nem o novo acordo ortográfico.. ou vocês não leram isso no edital também... o que a maioria quer é mamata.. melzinho na chupeta... ficam só reclamando.. tem que aplicar prova dificil mesmo.. e selecionar quem entra no estado.. só assim vamos começar a mudar a educação no pais.... não colocando um monte de gente incompetente que só sabe reclamar da vida....

Anônimo disse...

Fiz a prova em Santos. Pelo estado de conservação em que a escola está pode-se imaginar o que iremos encontrar, caso sejamos chamados. A prova estava MUITO fácil e não pedia quase nada do que sugeriu que estudássemos, o problema ficou por conta dos fiscais de sala que conversavam o tempo todo, atrapalhando a nossa concentração. Pelo amor de Deus, que falta de educação e de solidariedade...Vai a PQP!!!!

Anônimo disse...

A prova de Geografia estava terrível. Muitos autores na bibliografia e poucos constaram na prova. Sem falar na fiscal que aqui em guarulhos no Fanucchi tirou a concentração da escola inteira com um salto barulhento. O estado vai entrar em colapso! Logo,logo, categoria O e F vão ser tudo efetivado. Pra que essas provas?

Anônimo disse...

Gabaritooooooooo...cadê vc meu filho????rs

Anônimo disse...

Para aqueles que estudaram para a prova resta a indignação, cobrar uma bibliografia extensa na área especifica e não pedir uma questão sequer. Também acredito que essa é só mais uma estratégia para o Governo do Estado influenciar a população com o argumento de que não somos bons em nossa área. O que assimilei dos estudos para o concurso foi que isso tudo é uma politica liberal de desqualificação da educação. Com o grande contingente de ignorantes e analfabetos funcionais que temos no país será difícil conseguirmos respeito profissional. Quem perde é toda a população, afinal temos gerações e gerações de crianças que passam pela escola e ela continua a não acrescentar nada em suas vidas. Não adianta reclamar da violência, da corrupção, chorar no ombro do Datena não resolve. Nada vai resolver até as famílias terem consciência de que a educação que seus filhos recebem não é de qualidade, não cria expectativas para o futuro dos jovens. E não adianta cobrar que os professores façam o que nem os pais querem fazer. Como ensinar e educar 40 alunos se muitas vezes temos que primeiro humaniza-los? Como acabar com um numero tão alto de adolescentes gravidas se temos uma sociedade hipócrita que não orienta as meninas em casa e reprime a escola quanto tenta abordar o assuntos? Coo criar uma educação de qualidade se a maioria das escolas não tem biblioteca, sala de informática e outros tantos recursos? Como tornar o ensino fundamental obrigatório sem construir novas escolas para abrigar a demanda? A escola tornou-se um depósito de crianças para os pais trabalharem e para aqueles que utilizam o discurso do governo dizendo: Se você é tão bom por que trabalha no estado? Trabalho no estado por que tenho consciência de tudo isso e fui uma aluno do estado, a vida me cobrou o que não recebi na escola. E o mais absurdo é que esse discurso é assimilado por aqueles que tem filhos no estado, para ver o estado de alienação que vivemos.

JRoberto disse...

Vou deixar minha contribuição nas mensagens.
Fiz a prova em Itapevi, e a sala teve 12 faltas. Mas até que os fiscais cumpriram as regras, porém o que me incomodou é que alguns dos professores que estavam prestando conheciam os ficais, o diretor da escola, enfim, isso não deveria acontecer.

Fiz a prova de matemática, sou formado a 12 anos leciono a 8, tenho uma pós graduação e um MBA e sempre dei minhas aulas com a barra alta, exigindo muito dos alunos, e achei um absurdo o que foi cobrado na prova.

Os exercícios foram mal elaborados, confusos e o grau de complexidade que, pela minha experiência, poucos professores conseguem sequer a conseguir trabalhar isso com os alunos visto a deficiência com que eles chegam no EM.

Reconheço que não estudei, nem para pedagógica e nem para a especifica, porém conversando com colegas que fizeram cursinho e estudaram de verdade, estão com a mesma sensação.

Boa sorte a todos, até porque, ouvi falar que a aprovação e definição dos 59000 aprovados serão por curva forçada, ou seja, pela média de acertos dentro da curva. As vezes você está achando que foi mal, mas está dentro.

Abraços.

Weldermat disse...

Amigo, acho que estão dando opiniões a respeito do concurso. Se você não gostou do que leu, deixe a sua, mas não julgue outras pessoas como incompetentes. Pois você nem se identificou para postar um comentário e ainda está agredindo verbalmente outras pessoas. Diz que o estado não precisa de gente que só reclama, mas você acha que está fazendo o que nessa postagem?
Mesmo assim, consegui encontrar um ponto positivo no seu comentário e concordo com a parte de mudar a educação do país. Isso foi inteligente.

Unknown disse...

Mal organizado, me entregaram a prova errada, o erro só foi percebido ao final... Estou desesperada... No período da tarde também entregaram errada, mas logo percebi... Um absurdo

Anônimo disse...

Professor chora pra caramba, meu Deus!!!

Anônimo disse...

Gente isso é apenas para selecionar, e se será por curva ai do que adiantaria complicar ?? Fiz de Matemática alguns estavam difíceis mais outros estavam ridículos, interpretação praticamente, mais ficamos no aguardo, realmente eu não estudei só fiz para testar conhecimentos o que vale também é a experiência obtida, além do mais eles colocam vários autores para cansar-nos de tanto estudar e chega no dia não cobram nem metade do que divulgam na bibliografia, não estou reclamando de nada, mais se fizessem uma coisa mais organizada seria muito melhor ai Gabarito dia 19/11/13 e na prova está dia 18/11/13, acabei de estourar um fusível do meu Multímetro

Érica Salgado disse...

DE de Barretos. Prova de Geografia. Nadaaaaaaaaa a ver com a bibliografia. Ridiculo. A FGV não teve o mínimo de respeito com o docente. Foi palhaçada.

Anônimo disse...

Falar que em nosso país existe um grande contingente de ignorantes e analfabetos funcionais não é ofensa e constatação.

Anônimo disse...

Boa tarde a todos!!!!
Li a maioria dos comentários,o que me assustou claro, não são as reclamações de sempre,mas a reclamação do nosso amigo deficiente físico e do pessoal do Litoral...em minha concepção estar fácil ou difícil depende de cada um mesmo, até mesmo pq os Concursos SEMPRE têm uma bibliografia enorme e o pedido são sempre dois ou três autores...e com detalhe ...aqueles que nunca lemos..kkkkk....AINDA FICO COM A FALA DE UMA PESSOA QUE POSTOU ...HÁ OUTRAS OPÇÕES DE EMPREGOS QUE NÃO SEJA ESTA DE PROFESSOR,POIS O GOVERNO EM QUESTÃO DE EDUCAÇÃO É A ÚNICA EMPRESA QUE NÃO VALORIZA SEU PROFISSIONAL!!!!!

Anônimo disse...

CONCORDO COM OS PROFESSORES QUE ESTÃO INDIGNADOS FOI UMA TREMENDA FALTA DE RESPEITO, FAZER O PROFESSOR DE MATEMÁTICA REALIZAR UMA PROVA ESPECÍFICA SEM LÁPIS E BORRACHA E PIOR AINDA DUAS HORAS PARA RESPONDER 30 QUESTÕES.É UMA VERDADEIRA PALHAÇADA MESMO, E AINDA CONTRATAM UMA EMPRESA PARA FORMULAR UMA PROVA FORA DA REALIDADE DAS ESCOLAS, QUEM O ESTADO DE S.PAULO QUER ENGANAR ESTÁ NA CARA QUE A CULPA NÃO É DO PROFESSOR.

Paola disse...

Um recado para esse anônimo sem graça: O que vc está fazendo perdendo tempo postando recado para professores? Vc dever ser o "CARA" um intelectual fora de série, e perdendo tempo falando que a prova tem que ser difícil mesmo? Faça-me o favor seu idiota, se vc não precisa ser professor e entrar em uma sala de aula e aguentar o que nos aguentamos, e ainda ter que fazer uma prova desse tipo? Vá procurar o qye fazer da sua vida seu animal.

Anônimo disse...

Faço pública minha indignação com a avaliação excludente, descontextualizada e sem habilidades nem competências para qualificar um professor para atuar na Rede de Ensino no Estado de São Paulo.
Não consigo acreditar que o secretário da educação senhor Hermam Voorwald, tenha lido essa prova. Faço pública minha indignação com a avaliação excludente, descontextualizada e sem habilidades nem competências para qualificar um professor para atuar na Rede de Ensino no Estado de São Paulo.
Não consigo acreditar que o secretário da educação senhor Hermam Voorwald, tenha lido essa prova. Mandar uma empresa no Rio de Janeiro se responsabilizar por um concurso em São Paulo é no mínimo irresponsabilidade.
Indignada por pagar 29 Reais em 2 disciplinas.
São 322,00 Mil pagantes a $ 29 reais.
uma empresa no Rio de Janeiro se responsabilizar por um concurso em São Paulo é no mínimo irresponsabilidade.
Indignada por pagar 29 Reais em 2 disciplinas.
São 322,00 Mil pagantes a $ 29 reais.

Anônimo disse...

Eu estudei muito história da educação e me lasquei...num caiu quase nada mas não fugiram muito dos autores Vygotsky, Freire, (ai q meda de escrever errado e os amigos verem rs). Enfim quem se preparou legal dava p passar...eu tô na fé! Bjos e boa sorte p todos :) Valéria de Limeira SP

Anônimo disse...

Não sou o cara só estudei a bibliografia e o justo seria cobrar o que foi pedido, comprei os livros não li o resumo. Talvez isso justifique a minha indignação. Amanda SP

Anônimo disse...

As salas da UNÍTALO são extremamente inviáveis e desumanos para realizações de concursos ou até mesmo para aulas no cotidiano. Na sala a qual eu estava haviam um cadeirante e um cidadão de moletas, eles tiveram muita dificuldade de locomoção, pois, o espaço físico não atendiam as necessidades de especiais. Será que a administração não se atenta a essa realidade, ou será que está focada somente no financeiro?

Anônimo disse...

Nossa, quanta gente se doeu com meu comentário.. principalmente a Paola.. que se diz professora e blá blá blá..

A prova específica eu não falo nada, como estão dizendo ai da prova de matemática, pois não vi todas.. mas a prova de pedágogia tava bába heim.. até quem não estudou e leu com atenção consegui resolver por eliminação.. claramente uma das respostas sempre fugia da linhagem de raciocinio de todas as outras....

e quanto ao gabarito, tem que ser publicado no diário oficial primeiro.. nem adianta chorar a FGV errou mesmo ao anunciar que ia soltar hoje o gabarito.. mas quem nunca errou né....

agora podem continuar com o Buááááá

JRoberto disse...

Não é o Cara, é a Mina.

Mas olha só, parabéns para ti que se preparou com afinco para o concurso e boa sorte no ingresso à rede, e que possa de verdade, dividir todo esse conhecimento (menos a arrogância) com os jovens, porque mais que conteúdo temos que mostrar valores e humanidade

Mas não julgue os demais. Muitos jovens professores que irão ingressar, e pelo perfil dos seus comentários acredito que tu se enquadre, irão pedir para exonerar por não aguentar o tranco que é lecionar no estado.

Professores que estão na rede lecionam 2 ou 3 escolas para compor renda. Quando não estão em uma empresa e lecionando. Não é simples se preparar pelo tempo entre o edital e a prova propriamente dita.

Mas enfim, todos sabem onde o calo aperta, felizmente a educação, apesar de ser apaixonado, não é minha fonte de renda principal, mas gostaria muito que fosse para que eu tivesse dedicação "full time".

O que me espanta nos números do governo é que foram 322 mil inscritos, desses a metade já está na rede como cat Ó e F, de onde veio a outra metade? todos sairam do armário? é o sonho de todos serem professor agora? Com essas condições? Talvez justifique grande ausência, mas no fundo senhor governador, acredito que tem "rato nessa coca".

Anônimo disse...

Chorar por que somos brasileiros e estamos acostumados com o improviso. há há há

Anônimo disse...

A parte específica estava difícil pacas, de onde tiraram aquelas questões??!

Anônimo disse...

Alguém vai entrar com recurso para tentar anular a prova especifica?

Anônimo disse...

Eu concordo com a maioria, quem fez a prova de matemática sabe que ela não era de Deus!! Algo surreal com nossa realidade e principalmente com o tempo disponível!! Só acho, reclamar somente aqui não vai dar em nada, temos que reclamar na ouvidoria da Secretaria da Educação pelo site! Eu já fiz minha parte!

roberto disse...

Esse rapaz anonimo só fala besteira,tudo isso porque ele abandonou a escola.Ele não saiu da caverna ainda e não consegue ver a intenção do estado, mas por outro lado como educadores, temos o dever de incentiva-lo a voltar estudar.
Temos que tirar essa venda de nossos alunos, só assim construiremos um país melhor.

Anônimo disse...

Achei mal elaborada algumas questões. Pelo menos uma questão da prova de ciências deve ser anulada pois estava incorreta.

Anônimo disse...

http://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/comunicado_13_11_18.pdf

Anônimo disse...

A FGV acaba de divulgar um comunicado:
COMUNICADO
A
Fundação Getulio Vargas
comunica aos candidatos para o concurso para provi
mento de
cargos de Professor Educação Básica II, SQC-II-QM d
o Quadro do Magistério da Secretaria de
Estado da Educação, para as disciplinas de Arte, Bi
ologia, Ciências Físicas e Biológicas,
Educação Física, Física, Filosofia, Geografia, Hist
ória, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua
Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Educa
ção Especial - Deficiências Auditiva,
Física, Intelectual, Visual e Transtornos Globais d
o Desenvolvimento, o seguinte
esclarecimento:
O gabarito oficial preliminar das provas escritas o
bjetivas será divulgado no Diário Oficial do
Estado e no endereço eletrônico
http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/pebsp
no dia
19 de
novembro de 2013.
Caberá recurso contra o gabarito oficial preliminar
no prazo de
0h de 21
de novembro de 2013 até às 23h59min de 22 de novemb
ro de 2013
.
Sendo o que nos cumpre informar e esclarecer.
Rio de Janeiro/RJ, 18 de novembro de 2013.
FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

Anônimo disse...

Tudo no improviso, tudo feito nas coxas, inclusive a formulação das provas.

Anônimo disse...

Essa prova mais parecia prova de prefeitura de cidade pequena que pretende beneficiar alguém.
A FGV nem chega aos pés da Vunesp para elaborar prova.

Anônimo disse...

A pergunta sempre é: quem se beneficia com isso?

Anônimo disse...

Acho que a FGV deveria ter umas aulinhas com a VUNESP para aprender a formular provas.

Anônimo disse...

COMUNICADO
A
Fundação Getulio Vargas
comunica aos candidatos para o concurso para provi
mento de
cargos de Professor Educação Básica II, SQC-II-QM d
o Quadro do Magistério da Secretaria de
Estado da Educação, para as disciplinas de Arte, Bi
ologia, Ciências Físicas e Biológicas,
Educação Física, Física, Filosofia, Geografia, Hist
ória, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua
Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Educa
ção Especial - Deficiências Auditiva,
Física, Intelectual, Visual e Transtornos Globais d
o Desenvolvimento, o seguinte
esclarecimento:
O gabarito oficial preliminar das provas escritas o
bjetivas será divulgado no Diário Oficial do
Estado e no endereço eletrônico
http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/pebsp
no dia
19 de
novembro de 2013.
Caberá recurso contra o gabarito oficial preliminar
no prazo de
0h de 21
de novembro de 2013 até às 23h59min de 22 de novemb
ro de 2013
.
Sendo o que nos cumpre informar e esclarecer.
Rio de Janeiro/RJ, 18 de novembro de 2013.
FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

Anônimo disse...

Impressão digital, não podia nem usar relógio. Tanta frescura e uma prova de quinta categoria.

Anônimo disse...

Fiz a prova e não achei difícil, só meio mal formulada. Mas acredito que professor que "ixigem" e ficam "indginados" não passam mesmo.

Anônimo disse...

Já tenho 2 cargos e fiz a prova apenas para pontuação , a parte geral foi bastante fácil , lógico que tinha pegadinha ,mas a parte específica , de todos os concursos que já fiz , achei muito difícil . Só acho que o governo quer simplesmente não ter responsabilidade : "Viva a lei da contratação em que o servidor não recebe o 13° e não tem direito ao IANSP" (Ridículo ver isso quando faltam tantos profissionais na rede e estudantes no primeiro ano entram na minha aula sem nenhuma noção do que fazer , sem contar que professores de matemática e física praticamente não encontramos nas escolas).

Anônimo disse...

Eu fiquei indignado e tenho certeza que passei.

Anônimo disse...

Achei a prova de história difícil, não sei se é porque eu não estou lecionando.

Anônimo disse...

A única profissão que os caras tem férias duas vezes por ano, trabalha meio período e ainda reclamam. Vai entender. kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Em relação à dúvida de um colega, parte dos professores que fizeram a prova já são efetivos. Fazem apenas para aumentarem sua pontuação ou para um segundo cargo. Isso justifica parte do número de inscritos. Na verdade, seria interessante saber quantas vagas estão disponíveis para cada disciplina e conhecer a relação de candidatos, também, por disciplina, já que não concorremos a todas elas.
Em relação à prova de conhecimentos pedagógicos, humildemente, quero dizer que não a considerei difícil, pois, como disse um colega, realmente dependia apenas de interpretação. Porém foi longa e cansativa sua leitura. É necessário ter bastante hábito de leitura e interpretação para não errar. Tenho certeza de que, muitos colegas, se pegarem a prova agora, verão algumas questões que pareciam difíceis e que, agora, suas respostas parecem óbvias. Mas mudando de assunto, alguém achou aquela questão sobre bullying estranha? Parece que nenhuma resposta erra possível!

Anônimo disse...

Em relação à dúvida de um colega, parte dos professores que fizeram a prova já são efetivos. Fazem apenas para aumentarem sua pontuação ou para um segundo cargo. Isso justifica parte do número de inscritos. Na verdade, seria interessante saber quantas vagas estão disponíveis para cada disciplina e conhecer a relação de candidatos, também, por disciplina, já que não concorremos a todas elas.
Em relação à prova de conhecimentos pedagógicos, humildemente, quero dizer que não a considerei difícil, pois, como disse um colega, realmente dependia apenas de interpretação. Porém foi longa e cansativa sua leitura. É necessário ter bastante hábito de leitura e interpretação para não errar. Tenho certeza de que, muitos colegas, se pegarem a prova agora, verão algumas questões que pareciam difíceis e que, agora, suas respostas parecem óbvias. Mas mudando de assunto, alguém achou aquela questão sobre bullying estranha? Parece que nenhuma resposta erra possível!

Anônimo disse...

A de geografia estava una treva. Que odio do PSDB

Anônimo disse...

Em relação à dúvida de um colega, parte dos professores que fizeram a prova já são efetivos. Fazem apenas para aumentarem sua pontuação ou para um segundo cargo. Isso justifica parte do número de inscritos. Na verdade, seria interessante saber quantas vagas estão disponíveis para cada disciplina e conhecer a relação de candidatos, também, por disciplina, já que não concorremos a todas elas.
Em relação à prova de conhecimentos pedagógicos, humildemente, quero dizer que não a considerei difícil, pois, como disse um colega, realmente dependia apenas de interpretação. Porém foi longa e cansativa sua leitura. É necessário ter bastante hábito de leitura e interpretação para não errar. Tenho certeza de que, muitos colegas, se pegarem a prova agora, verão algumas questões que pareciam difíceis e que, agora, suas respostas parecem óbvias. Mas mudando de assunto, alguém achou aquela questão sobre bullying estranha? Parece que nenhuma resposta erra possível!

JRoberto disse...

Isso é uma dúvida, os dados e o concurso em si não me parecem transparente.

Poderiam dar todos os dados estatísticos.

Ainda vejo como um joguinho do governo, manipulando o resultado.

Afinal manter os Cat. Ó é muito mais barato, sem férias, com contratos determinados, sem benefícios, sem compromisso.

E em réplica a um dos colegas, selecionar os 10.000 TOP's que irão sair da rede ao longo do tempo não irá melhorar a educação sozinho, sendo que a defasagem de professores e continuidade dos Cat. Ó e F continuarão necessárias para compor o quadro.

E olha que estou vendo muito F falando que não vai assumir por perder as conquistas ao longo do tempo.

Anônimo disse...

Na sala em que fiz prova também foram várias interrupções por parte de uma das aplicadoras da prova.Se enrolou na hora de tirar as impressões digitais, na hora de entregar as provas específicas, era um copo de café em sua mão para baixo e para cima, tek, tek, do salto,um verdadeiro estrupiço... onde? sala 7- wilson pires...Pinda-SP

Marcos Paulo disse...

o kct instituição do rio aplicar oque devemos fazer em são Paulo, se não valorizam os professores valorizar são Paulo já é um bom começo.
obs. a ultima questão da prova verde de matemática não fio bem formulada sera q pode ser anulada

Anônimo disse...

A prova de física estava bico!
Talvez eu não passe por não ter estudado, mas estava muito fácil.

Anônimo disse...

Na sala em que fiz prova uma aplicadora da mesma desconcentrou todo mundo. Ela não tinha parada, tek, tek, do seu sapato o dia todo. Se enrolou toda na hora de colher as impressões digitais, mal a sala se concentrava um pouco e lá vinha ela de novo para perturbar... Sem contar os inúmeros bocejos no segundo turno e a infinidade de copos de café... Poxa! assim não dá nè?...Ninguém merece...Quem? Sra. Lucimara.Onde? Wilson Pires. sala 7...Pinda-SP.

Adriana disse...

Para esse anônimo sabido.....tenho certeza de que não acertou nem 10 questões...fale seu nome, faço questão de procurar no edital e não te encontrar.Pessoas como você são as que não sabem nada e ficam atormentando quem estudou e não foi tão brilhante assim.Você diz tantas asneiras justamente porque é um anônimo.É uma pena....você não sabe nada sobre ser professor e principalmente sobre profissionalismo. Ainda bem que não vai passar.. vc precisa de tratamento.Ah!! quase me esqueci, tenho dois cargos no estado e olha que fiz a prova da VUNESP e CESGRANRIO. Quanto a FGV nós professores precisamos te ensinar como avaliar? Primeiro aprendam.

Anônimo disse...

Nossa que pessoa sem noção. Não sabe o que fala. Pra ganhar esse salário, precisava ferrar tanto com os professores. Temos mesmo duas férias por ano. Imagine vc.
que ninguém daria isso se não fosse realmente uma profissão dificilima. Lidar com jovens e crianças não é nada fácil.Eles, os governantes sabem bem disso). Não são assim tão ingênuos. Pelo contrário. Essa pessoa que falou pelos cotovelos, deveria ter refletido um pouco mais, sobre as bobagens que pronunciou.
O que foi colocado no EDITAL, deveria sim, ter seguido. Não ficar brincando com a nossa cara. Estudamos uma coisa e caiu outra coisa bem diferente.

Anônimo disse...

Será mesmo?????? O seu discurso é de quem não leu nada, eu posso dizer EU TENHO CERTEZA, EU FUI BRILHANTE.

Anônimo disse...

Brilhante.Doce vaidade.

Anônimo disse...

Um babaca fez comentários ridículos!!!! Que realidade vc vive??? Será que dá aulas por hobby??? Dizendo que nós professores queremos moleza, melzinho na chupeta???!!!!Vem dar minhas aulas, com classes super lotadas, sem perspectiva de futuro, trabalhar nos três períodos, não ter vida social porque nos mantemos 24 horas preparando aulas, atividades, avaliações.....e no pagamento??? UMA MIZERITTE!!!!Só pode ser algum político querendo nos derrubar.... É isso que o Estado quer!!!! burros para puxar suas corroças!!!! porque a educação tá um fiasco não é culpa do professor .... SEU IGNORANTE!!!! o governo não quer repetência.... sabe??? a progressão continuada é isso!!!! Então porque taxar o professor se vc não sabe a nossa luta!!!????

Anônimo disse...

Tem muita gente reclamando e criticando, o que é correto, vivemos numa democracia, mas não falem mal do professor sem conhecer a realidade e sem respeitar a vocação de cada um, aposto que esses que estão falando: "vá procurar outro emprego", é por que trabalha apenas por obrigação e sem nenhuma satisfação, a não ser a financeira. Pensem antes de criticar...

Anônimo disse...

A prova de matemática foi desumana. Não havia espaço para os cálculos, não podíamos usar lápis e borracha, as questões exigiam muitas continhas e o tempo insuficiente. Não sei, mas acho que o Governo está escondendo o jogo, deve haver muito professor escondido em meio a meias e cuecas, pois esta prova não foi para aprovar ou classificar foi para excluir e ainda diminuir nossa auto estima.

Anônimo disse...

Luta,que luta? Se quando tem paralisação a grande maioria continua trabalhando e dizendo eu não vou parar para não prejudicar os meus alunos. Será que eles não são mais prejudicados com uma categoria inerte a tantos anos. Vocês também são responsáveis pq tbm não fizeram nada durante décadas. Cadê que reagiram contra qualquer coisa que fizeram contra a categoria. E hoje em dia o que rola nos corredores das escolas é que greve é uma questão da categoria O. Na boa não dá para ter dó, é uma categoria que não se une, é mais interessante fazer greve de pijama e ir para a praia. Sinceramente, talvez os estudantes sem amparo e sem conhecimento consigam fazer alguma coisa por nós porque nós mesmos somos acomodados e cordeirinhos demais.

Anônimo disse...

Se não lutamos nem pelo nosso direito o que á sociedade pode esperar de nós?

Anônimo disse...

Desrespeito...gramática... "Aí negada! nóis vai estudá portugueis assim! alguém recordou algo da prova...

Anônimo disse...

mais um que acha que conhecimentos de português se resume a gramatica, fora que aqui tem um monte de erro de digitação e as pessoas confundem com gramatica.

Anônimo disse...

Alguém fez a prova para LP?
Estou procurando a resposta da questão que solicitava indicar o ADJETIVO DE RELAÇÃO do trecho de Bernardo Guimarães.
Ok, eu não sabia a resposta e isso e inadmissível.
Mas por estar tão chocada em não saber qual a resposta estou "googleando" o trecho do texto e tentado localizar algum indício da resposta.
Pois bem, qual foi a minha surpresa ao constatar que INCLUÍRAM uma palavra no trecho, que encontra-se entre aspas!
Quando eu estudei (nem faz tanto tempo assim), aprendi que quando algo está entre aspas o texto deve ser colocado absolutamente igual ao original - estou equivocada?
Será que justamente o adjetivo "europeu" que inseriram descaradamente no trecho copiado seria a resposta correta?!?!
Maquiaram a pergunta para criar a resposta?
Não posso acreditar nisso!
Alguém me ajuda a entender isso, please!
Vanessa

Anônimo disse...

historia estava muito dificil sim

Anônimo disse...

Inconveniente ao extremo

Mari disse...

Sou de Guarulhos , confesso que achei a prova um tanto quanto confusa , e pela correção que já fiz aqui , me parece que haverá recurso , que pena , estudei tanto ,li tudo que me foi exigido e infelizmente a prova ( excludente) contemplava pouquíssimo das teorias exigidas.A Empresa pode até ser boa mas neste concurso , deixou a desejar , basta saber se não estão sendo manipuladas também .

Maria das Graças disse...

A prova não foi nada fácil, confusa, cansativa, mal elaborada. Porém acredito que o governo pensa assim: Eu fiz a minha parte abrindo um concurso para 59 mil vagas, não tenho culpa se vocês não conseguiram...
Para a próxima eleição votem em mim, pois eu sim "sou o cara".

Anônimo disse...

Sera que isso foi erro de impressão? Questão 7 de ciencias fisicas e biológicas:no enunciado diz que o professor dispõe de 3 tubos de ensaio,mas a tabela abaixo mostra 4 tubos
Informei ao fiscal ele me disse pra eu responder assim mesmo.Qualquer alternativa respondida ficará errada.Cabe anulação? Prova complicada.

Anônimo disse...

Mari disse...
Sou de Guarulhos , confesso que achei a prova um tanto quanto confusa , e pela correção que já fiz aqui , me parece que haverá recurso , que pena , estudei tanto ,li tudo que me foi exigido e infelizmente a prova ( excludente) contemplava pouquíssimo das teorias exigidas.A Empresa pode até ser boa mas neste concurso , deixou a desejar , basta saber se não estão sendo manipuladas também .

Anônimo disse...

falta de organização faltou informação do edital uma vergonha.

Anônimo disse...

Olá, colegas professores, tenho 20 anos e esse é o primeiro concurso que faço, realmente nos foi cobrado muito mais do que tinha na prova, a parte pedagógica não achei extremamente difícil, mas a específica de Língua Portuguesa achei muito complicada.
Aos colegas que estão se achando um máximo, e que estão tirando sarro dos outros professores, quero apenas dizer-lhes que uma prova não quer dizer o nível de conhecimento ou inteligência que temos, pois, existem péssimos profissionais na área que passam nessas provas por muita sorte, e muitas sorte mesmo.

Abraço e boa sorte a todos!

Anônimo disse...

Estou com uma dúvida no edital é um autor e na prova cai outro. Estou erra ou certo?

JRoberto disse...

Pode isso Arnaldo?

Prof. Rafinha disse...

A parte pedagógica estava fácil, mas a de matemática foi a mais difícil que já fiz, questões mau formuladas, sem contar a desorganização, prova de matemática sem lápis e borracha, tempo incompatível com o grau de dificuldade, depois querem cobrar isso de nós professores. Mesmo assim, creio que muitos irão passar, pois estava difícil para todos e a curva vai ser baixa.

Anônimo disse...

Aqui em Americana SP a prova que começaria as 8 hs da manhã começou as 8:30 hs, um atraso pois não tinha sinalizações das salas e setores todos os professores perdidos correndo e procurando suas salas....

Anônimo disse...

Aqui em Americana SP a prova que começaria as 8 hs da manhã começou as 8:30 hs, um atraso pois não tinha sinalizações das salas e setores todos os professores perdidos correndo e procurando suas salas....

Anônimo disse...

QUERO VER COMO VAI SER A CORREÇÃO DA AVALIAÇÃO SE NO RIO DE JANEIRO NÃO E PROGRESSÃO CONTINUADA, E A MAIORIA DAS QUESTÕES DAS ESPECÍFICAS ERAM NO MÉTODO TRADICIONAL..... DE ALGUMA MANEIRA ELE QUER NOS CHAMAR DE INCOMPETENTES

tura 27 disse...

a parte especifica de geografia estava realmente muito complicada.

tura27 disse...

geografia estava muito dificil

Claudio Coelho disse...

A prova de matemática estava osso, no entanto acredito que a média será boa. Média de 23 acertos

Anônimo disse...

Anos de faculdade...de especializações...
provinhas excludentes e classificatórias...
sala de aulas em péssimas condições de trabalho...
Concurso mal planejado...
O que querem de nós afinal...

Concordo com todos os comentários anteriores. Estava muito difícil este concurso. Pedagógica... Dentro do que esperávamos.
Específica... muito confusa e cheia de pegadinhas...
Aos que passarem...
Felicidades...
Vocês estão de parabéns!!!!!!!

Haidar Chahine disse...

Galera,

Sou Joseense, fiz a prova no Jardim Satélite. Fui passar o feriado com meus pais, pois moro no RS e sou professor da rede pública gaúcha há 3 anos. Vejo que não é só minha a indignação por ter sido enganado pelo edital da FGV. Li artigos sobre todas as bibliografias, pedagógicas e específicas (português e literatura). Concluí o que já está na nossa cara: usam um discurso político lindo, que a educação precisa evoluir, não podemos aplicar "pegadinhas" com nossos "aluninhos". E o que nós presenciamos ontem? O maior concurso da história? Não! O maior "pega ratão" da história. Isso transcende aos enunciados maldosos, aos "dribles" das questões difíceis, é caso de justiça. Não contemplarem a literatura? Pediram para ler BAGNO e - desculpem o termo - enfiaram gramática normativa no "popô"? Fazer um profissional que trabalha 40, 50, ou, às vezes, 60 horas - meu caso -, que ganha muito mal, ficar com a conta negativada para comprar os livros - não é meu caso -, com os olhos vermelhos de tanto ler para, no fim, usar teóricos pedagógicos que não foram solicitados por meio do comunicado publicado no diário oficial. Isso parece honesto? Pois é. Mas, apesar de tudo isso, quero desejar que vocês jamais façam provas elaboradas pela FDRH, responsáveis por alguns concursos públicos do RS. Mesmo com toda essa desordem percebo um trato diferenciado nos concursos feitos no sudeste. Acredito que seja pelo fato de termos um "gogó mais potente". Vamos continuar denunciando o que não achamos correto. Quem sabe um dia tenhamos um concurso perfeito? Utópico, mas deve ser a nossa meta, esperança, e principal ensinamento em sala de aula!

Saudações!

Anônimo disse...

Axo ki gasbaritei anti di sabê o rrisurtadu ofissiá. iço pruque çô a meior prefiçorra du mumdo.

Anônimo disse...

Acredito que não fui muito bem, antes mesmo de saber o resultado oficial.Isso porque sou um professora que adora a profissão como todos vocês, caros colegas.

Anônimo disse...

Realmente estava muito difícil... As questões "ixigiram" muito "isforsso" mental... kkk

Anônimo disse...

Trabalho em colégio particular com o sistema etapa e no Estado sigo o caderno do aluno,fiz um cursinho para fazer está prova e francamente quem elaborou está fora da realidade da sala de aula, fiz a específica de biologia e ciências e concordo plenamente com os colegas tanto as perguntas como as respostas estavam confusas.

Anônimo disse...

Depois de ler estes comentários de "professores" que mal sabem escrever, notei que a culpa não é só do Estado pela péssima educação que temos. Uma lástima, certamente.

Anônimo disse...

COMUNICADO

A Fundação Getulio Vargas comunica aos candidatos para o concurso para provimento de
cargos de Professor Educação Básica II, SQC-II-QM do Quadro do Magistério da Secretaria de
Estado da Educação, para as disciplinas de Arte, Biologia, Ciências Físicas e Biológicas,
Educação Física, Física, Filosofia, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua
Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Educação Especial - Deficiências Auditiva,
Física, Intelectual, Visual e Transtornos Globais do Desenvolvimento, o seguinte
esclarecimento:

O gabarito oficial preliminar das provas escritas objetivas será divulgado no Diário Oficial do
Estado e no endereço eletrônico http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/pebsp no dia 19 de
novembro de 2013. Caberá recurso contra o gabarito oficial preliminar no prazo de 0h de 21
de novembro de 2013 até às 23h59min de 22 de novembro de 2013.

Sendo o que nos cumpre informar e esclarecer.


Rio de Janeiro/RJ, 18 de novembro de 2013.


FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

Anônimo disse...

Caros colegas, concordo com a maioria das colocações postadas. Não achei justa nem razoável a exigência das provas específicas. Tenho uma experiência de 23 anos na área e não me senti respeitado com a prova que foi aplicada. Mais um concurso para engrossar as suspeitas de jogo de cartas marcadas. Isto é uma infelicidade para muitos que teimam e seguem tentando. Quando ouço dizer que a estratégia é dizer que o Estado fez sua parte oferecendo as vagas e que os professores é que não estão a altura das exigências da profissão, algumas perguntas começam a povoar minha mente: Deve ser muito elevado mesmo o nível das aulas ministradas no Estado. será que é por isto aliás que temos a reputação cultural de que dispomos? Se os professores estão mal-formados, mal-experientes e mal-preparados para desempenhar as atribuições deste nobre cargo não seria talvez porque eles foram formados aqui e justamente para representarem qualquer ameaça aos desmandos generalizados? Ou será que a exemplo do que aconteceu no campo da medicina pública todos os candidatos formaram-se no exterior???
Esta é uma conta que não fecha. Este é um país que não acontece porque não se leva a sério. Porque não vota direito. Porque não se informa, porque não se atualiza, porque não fiscaliza, porque não se une. Porque tem que sobreviver às conjunturas historicamente sedimentadas que restringem as possibilidades de mudanças significativas. Porque precisam continuar vivendo apesar de tudo. Porque precisam continuar tentando. Sem união não se conquista nada. Afinal dividir as forças do adversário é uma estratégia militar que já rendeu muitos frutos nas mais variadas esferas. Sim meus amigos, esta é mais uma guerra. Estamos sendo divididos para melhor sermos conquistados e portanto dominados. Seres pensantes, reflitam sobre isto. Os hipócritas merecem isto de nossa parte. No mínimo. E lembrem-se que até as mais árduas e desafiantes caminhadas começam com o primeiro passo.

Anônimo disse...

Colegas. PROFESSOR - JOAO. DE RIBEIRÃO PRETO-SP
Aqui temos, forasteiros da EDUCAÇÃO, que até são formados em Licenciatura, mas NUNCA entraram numa SALA DE AULA. E Mais VERGONHA de tudo, é o ESTADO permitir, PROFESSORES EFETIVOS quererem aumentar a tua pontuação, e ainda PERMITIR que ESTUDANTES façam a PROVA. EXISTEM pessoas, que nos OFEDEM, com MENSAGENS onde o AUTOR delas, só querem se VALORIZAR, dizendo que eu sou Mestre nisto, que eu Leciono aula na rede PARTICULAR. Mas tudo, querem no fim, a ESTABILIDADE. Enfim, nunca ninguém me DISSE que ser PROFESSOR neste BRASIL, seria ESTATUS. Nunca ninguém me disse que a política, interfere na tua COMPETÊNCIA em fazer uma BOA PROVA. E quantos comentários PRECONCEITUOSOS, só porque uma empresa forasteira que não é PAULISTA vem fazer uma avaliação aqui em São Paulo. Enfim. Cada um deve cuidar da tua VIDA. E perder menos tempo em fazer CRÍTICAS sem fundamento. Valeu... Até Mais... Boa Sorte.

Mari disse...

Caro colega Anônimo , me desculpe mas do jeito que fala você deve ter uma Educação realmente superior aos demais colegas que aqui expuseram seus comentários , imagino também que você deva ser um autêntico poliglota , pois bem , em respeito a esta real superioridade eu lhe pergunto : O que faz aqui , perdendo seu rico e precioso tempo argumentando e discutindo assuntos tão pobres, segundo sua colocação? Não precisa responder , só lhe aconselho educadamente a prestar concursos federais , deixa os concursos públicos pobres para os professores que segundo você disse "mal sabem escrever". E para encerrar preciso te dizer que lamentavelmente você faz parte deste todo .Respeite a opinião e colocação dos outros , isto sim é ser superior . Boa noite .

Anônimo disse...

Fundação Getúlio Vargas (FGV) troca provas e prejudica 69 professores de inglês na EE Nigro Gava.
Por Apeoesp Taboão da Serra
No dia 17 de novembro foi realizado o concurso para professor (a) da rede estadual de ensino de São Paulo.
Em Taboão da Serra, 69 professores (as) que prestaram a prova de inglês, na EE Nigro Gava, nas salas 15 e 16, foram prejudicados (as).
A prova prevista para `as 14h, começou `as 15h57min para esses professores (as). O motivo: a Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pelo concurso, trocou as provas de inglês por educação física.
Em virtude deste erro, os responsáveis pelo concurso tiveram que recolher provas de inglês que sobraram das escolas vizinhas. Entretanto, a quantidade recolhida não foi suficiente e 32 provas tiveram que ser fotocopiadas.
Houve dois tipos de provas de inglês – “verde” e “branca” -; e a FGV encaminhou a prova de cor “branca” para o e-mail de sua representante, Illen Nara Rodrigues, que providenciou estas 32 cópias na própria escola. Com essas fotocópias e as duas horas de atraso, o sigilo da prova foi para o espaço.
Apesar das cópias feitas na escola serem da prova de cor “branca”, muitos professores (as) foram obrigados a anotar as suas respostas no gabarito da prova de cor “verde”.
A pergunta que fazemos para a FGV é a seguinte: estes professores (as) não serão prejudicados (as) no momento da correção? Os gabaritos das provas de cor “verde” e “branca” são os mesmos?
Ao saber deste ocorrido, o Coordenador da Subsede da Apeoesp de Taboão da Serra, Miguel Leme, junto com o advogado do sindicato, Dr Valdir, se dirigiram imediatamente para a EE Nigro Gava para cobrar explicações dos representantes da FGV sobre esse desrespeito e exigir que nenhum professor (a) seja prejudicado (a).
A justificativa dada pela FGV foi esfarrapada: disseram, simplesmente, que houve um problema de “logística”.
Diante de toda esta situação , a Subsede da Apeoesp de Taboão da Serra orientou, na porta da escola, todos os 69 professores (as) a fazerem Boletim de Ocorrência (BO) e protocolar requerimento na Diretoria Regional de Ensino de Taboão da Serra exigindo explicações da Secretaria Estadual de Educação sobre todos esses problemas descritos.
Estes procedimentos são importantes, pois caso seja necessário, ações judiciais serão ajuizadas para garantir os direitos destes professores (as) que foram prejudicados (as).
Além disso, é fundamental que todos os professores (as) que foram prejudicados (as) no concurso, por situações semelhantes `as vividas pelos 69 professores (as) que prestaram a prova de inglês na EE Nigro Gava, realizem os mesmos procedimentos orientados e informem a Subsede.
e-mail: subtaboao@terra.com.br
Telefone: 4701-5864

Executiva da Subsede da Apeoesp de Taboão da Serra

Anônimo disse...

Então esta vai pra quem está interessado em procurar erros ortográficos dos professores, presta atenção você também está sendo enganada com a propaganda de 59.000 mil vagas acordaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

Érica Salgado disse...

Ansiedade a millllllll pra ver esse gabarito. Geografia foi absurdamente irreal, fora da bibliografia...hipermega confusa....questões onde TODAS as alternativas eram incorretas...enfim...uma desgracera...que Deus perdoe minha língua...
Indignaçãooooooooo totalllll.

Hare_isa disse...

Concordo com vários colegas de profissão. A prova especifica de Matemática, estava com enunciados dúbios, ou seja, as questões foram muito mal formuladas e com excesso de cálculos. Eu como muitos colegas não conseguimos completar toda a prova.Quanto a organização, entregaram as provas erradas, celular tocou na sala, num momento não podia usar lápis, depois já podia. Não informavam o tempo de prova...FGV até parece a educação...

Anônimo disse...

Cala a boca c nem sabe o q ta falando!

Anônimo disse...

Puxa saco do governo, acabaram de descobrir irregularidades em várias licitações desse governo, são milhões de reais em favorecimentos, e nem por isso os governantes falam em parar de governar, muito pelo contrário; presta atenção! ACORDA!

Anônimo disse...

Manda suas notas para nós, queremos parabenizá-lo BONZÃO

Anônimo disse...

Por que há tantos professores desesperados para passar neste concurso? Sou professora da rede há mais de 8 anos e se passar ok, mas se não passar não vai mudar a minha vida em nada.

Anônimo disse...

Sou da educação física e estava fácil o caralho, muitas questões confusas.

Jô disse...

Achei a prova de história bem complicada, tinham muitas questões ambíguas, com certeza caberá recurso!
Boa Sorte a todos!

Obs: fiz a prova na Vl. Mariana (FAPCOM) e na minha sala faltaram 10 candidatos.

Anônimo disse...

Algumas ESTAVA fácil?! Professor cuidado com a concordância verbal!!!

Anônimo disse...

Concordo! !!

Anônimo disse...

Ta de brincadeira, não consigo entender porque tantos erros de concordância nesta prova e palavras escritas erroneamente. Isso é um caos rsrsrsrsrsr

Rose disse...

Realmente todos estão sentindo humilhados , uns menos outros mais , issso é para mostrar como anda a nossa educação no Brasil , não tem regras as serem cumpridas eles fazem o que querem com o nossos Impostos...roubam e Nem presos vão...

Anônimo disse...

A prova de espanhol parte específica estava muito difícil.

Anônimo disse...


Inacreditável a falta de inteligencia dessa fundação que aplicou a prova.

*Para entrarmos no banheiro passávamos por revista a procura de metal e na saída éramos novamente revistados. Ficou uma dúvida será que já estamos tão evoluídos, pois fabricamos e eliminamos metal por orifício tão pequeno??????

PS. Fiz a prova na cidade de Guarulhos (Ponte Grande)

Erly disse...

Ao nosso colega anônimo,não sei o que você é realmente porque se fosse alguma coisa não seria anônimo,seria um homem pois homens de posse de sua hombridade dão nomes,mostram a cara e tem respeito você já deu provas que não tem conhecimento quanto ao quesito educação,saiba que errar é humano e se erros não fossem permitidos o concurso seria para robôs e não professores e quanto a ser o cara que gabaritou dê seu nome quando estiver de posse do resultado,mas sei que não dará sabe porque?você é só uma erva daninha (erva venenosa) que alguém plantou em meio essa hortaliça viçosa que é o professor da escola publica que sai de sua casa todos os dias para ensinar valores jamais conhecidos por pessoas como você.Aos meus colegas de profissão parabéns, a todos vocês já são mais que vencedores só por já estarem em sala de aula,meu mais sincero respeito por todos< nós formamos essa nação a cada dia...

Anônimo disse...

A prova de Química não estava difícil.
Concordo que completamente fora da realidade de um professor da rede Estadual, mas para aquele que entende do conceito de Química que é exigido dos nossos alunos no ENEM/Vestibulares, estava super simples!
Só estava complicado para o professor que segue a apostila do Estado... Um pouco irônico, certo?

Acho que vcs entenderam meu ponto de vista... =P

Rogerio A.Ceregatto disse...

Quero saber onde estava os conteúdos de matemática que caiu nesta prova? Ainda, o perfil cobrado para ser professor do estado e metodológica de trabalho como se cobra uma prova nestes nível, pedir 112^113-112^112, por que essa locura=~x^3-X^2=X^1=X
OU log2013(log2014(log2015 x))>0, "pedisse pra calcular de deixasse de pagar um banco perdia tudo seus bens" ou melhor se compra uma casa financiada usando o FGTS ou aplica 500 por mês a taxa de 0,5 % a.m.?
Nas bibliográficas pedidas pede-se para ser contextualizado para o aluno, e a nossa prova, onde esta isso? Portanto sou a favor da progressão continuada, pois eles nós prensam na parede para a aprovação e passam, más a sociedade os reprova, tem vagas sobrando, más não tem mão de obra "QUALIFICADA", ouvi no jornal que uma cidade, trabalhavam em outra, mas vinham de fora a mesma porcentagem ou mais trabalhar nesta. "POVO ATÉ QUANDO VOCÊS VÃO FICAR DISCUTINDO O QUE...acodem e segurem o seu osso igual ao pitbu...

JRoberto disse...

3. A prova será avaliada na escala de 0 (zero) a 80 (oitenta) pontos e será avaliada de acordo com o
desempenho do grupo a ela submetido.

4. Considera-se grupo os candidatos presentes na prova – parte objetiva que concorrem para o
mesmo cargo/disciplina.

5. Na avaliação da prova objetiva, de cada cargo/disciplina, será utilizado o escore padronizado com
média igual a 40 (quarenta) e desvio padrão igual a 8 (oito). Esta padronização tem por finalidade
avaliar o desempenho do candidato em relação aos demais, permitindo que a posição relativa de
cada candidato reflita sua classificação na prova.

6. A avaliação da prova objetiva será efetuada por processamento eletrônico que:
a) contará o total de acertos de cada candidato na prova;
b) calculará a média e o desvio padrão dos acertos de todos os candidatos do grupo;
c) transformará o total de acertos de cada candidato em nota padronizada, calculando a diferença
entre o total de acertos do candidato na prova e a média de acertos do grupo, dividindo essa
diferença pelo desvio padrão, multiplicando-se o resultado por 8 e somando-se 40, por meio da
seguinte fórmula:
EP = [(A - X) / s] x 8 + 40
d) Legenda:
EP = escore padronizado
A = número de acertos do candidato
X = média de acertos do grupo
s = desvio padrão do grupo

KEKA disse...

TAMBÉM FIZ A PROVA EM GUARULHOS, DE LÍNGUA PORTUGUESA.COMO MUITAS PESSOAS ESTÃO POSTANDO COMENTÁRIOS SOBRE O GRAU DE DIFICULDADES E A MAL ELABORAÇÃO DAS QUESTÕES, REALMENTE É DE SE PENSAR...COMO PODE??? UMA INSTITUIÇÃO "QUE PENSAMOS SER BEM PREPARADA" ELABORAR PROVAS PARA PROFESSORES ATUANTES E MUITOS BEM COMPETENTES MESMO. NA VERDADE, ERA PROVA BARALHO-INCOMPLETO: AS QUESTÕES QUE ESPERÁVAMOS NÃO APARECERAM. UM CONTEÚDO TOTALMENTE DESORDENADO EM RELAÇÃO AO SOLICITADO NO
EDITAL. TIVE A SENSAÇÃO DE ESTÁ PERDIDA EM ALGUM LUGAR DESCONHECIDO, DANDO VOLTAS EM TORNO DE UMA PRAÇA QUALQUER. ESTUDEI TANTO, AS LEGISLAÇÕES: CONSTITUÌÇÃO,LDB E ECA. E NÃO TEVE QUESTÕES REFERENTES!!!MEU DEUS, COMO PODE UM CONCURSO DESSE NÍVEL!?

JRoberto disse...

conforme acabei de postar.
Se a prova estava difícil, estava para todo mundo.
Para que você tenha as suas questões dissertativas corrigidas você no mínimo tem que estar média do grupo/disciplina.
uma questão a menos do que a méida faz vc ter menos de 40 pontos e ai PENNNNN já era ...

Acho que muitos estão preocupados, mas muitos estão dentro.

Rogerio A.Ceregatto disse...

Ainda se pediu como material o caderno do professor, lá tem atividades muito boas, que tal similar a essas...Há ainda contextualizado...tinhamos questões boas como as moedas de $0,10 que da 30, correto, tambem a do plano cartesiano 2<=x<=10 e ... que são 56, a da soma dos 27 n° inteiros = 9^4...resposta 3^5 e 3^5 confere?...e assim segue todos ficariam felizes, 59 mil efetivos, zero vagas para o próximo ano e alunos com as 5 ou 6 aula do período, pais quantas aulas seu filho fica sem por semana? temos entre 25 a 30 aula por semana, então?
Professores vc leram o edital do concurso? tem mais...

Anônimo disse...

Lamentável algumas críticas feitas de docentes para docentes. A democracia existe, mas quando chega nesse ponto de profissionais ofenderem seus colegas de trabalho quer dizer que chegou ao fim.
MAS VAI A MERDA ESSA PROVA ESTAVA COMPLEXA MESMO.
Alguns se julgam BILL GATES porque tenta uma vaga no estado vai se catar. Boa sorte a todos !!!

Anônimo disse...

Achei muito difícil queria saber do gabarito!
Não adianta ficar discutindo entre nós.
Respeito, ética e bom senso para com todos faz parte da nossa profissão.
Espero que todos alcance o seus objetivos.

Anônimo disse...

A maior descoberta de minha geração é que o ser humano pode alterar a sua vida mudando sua atitude mental.
Tudo vai dar certo a esperança é a última que morre ,não deem crédito a falastrões não safrão por antecedência aguardemos o resultado.
Boa sorte há todos , já somos vencedores um guerreiro não foge a luta abraços!!!

Anônimo disse...

Desrespeito é ver que PROFESSORES não sabem a diferença básica entre mau/mal, mas/mais e porque/por que. Além de só conseguirem conjugar os verbos na primeira pessoa do singular!!!!

Anônimo disse...

pior do que chorar e "ixigiram" ainda é a prepotência...o Estado também não precisa desse tipo de gente

Anônimo disse...

Para aqueles que estudaram para a prova resta a indignação, cobrar uma bibliografia extensa na área especifica e não pedir uma questão sequer. Também acredito que essa é só mais uma estratégia para o Governo do Estado influenciar a população com o argumento de que não somos bons em nossa área. O que assimilei dos estudos para o concurso foi que isso tudo é uma politica liberal de desqualificação da educação. Com o grande contingente de ignorantes e analfabetos funcionais que temos no país será difícil conseguirmos respeito profissional. Quem perde é toda a população, afinal temos gerações e gerações de crianças que passam pela escola e ela continua a não acrescentar nada em suas vidas. Não adianta reclamar da violência, da corrupção, chorar no ombro do Datena não resolve. Nada vai resolver até as famílias terem consciência de que a educação que seus filhos recebem não é de qualidade, não cria expectativas para o futuro dos jovens. E não adianta cobrar que os professores façam o que nem os pais querem fazer. Como ensinar e educar 40 alunos se muitas vezes temos que primeiro humaniza-los? Como acabar com um numero tão alto de adolescentes gravidas se temos uma sociedade hipócrita que não orienta as meninas em casa e reprime a escola quanto tenta abordar o assuntos? Coo criar uma educação de qualidade se a maioria das escolas não tem biblioteca, sala de informática e outros tantos recursos? Como tornar o ensino fundamental obrigatório sem construir novas escolas para abrigar a demanda? A escola tornou-se um depósito de crianças para os pais trabalharem e para aqueles que utilizam o discurso do governo dizendo: Se você é tão bom por que trabalha no estado? Trabalho no estado por que tenho consciência de tudo isso e fui uma aluno do estado, a vida me cobrou o que não recebi na escola. E o mais absurdo é que esse discurso é assimilado por aqueles que tem filhos no estado, para ver o estado de alienação que vivemos.


Anônimo disse...

http://www.imprensaoficial.com.br/PortalIO/Certificacao/Certificador.aspx?link=/2013/executivo%2520secao%2520i/novembro/19/pag_0189_F8K6IQIIM7IM9e4J8GB35BU0JAC.pdf&pagina=189&data=19/11/2013&caderno=Executivo%20I

Anônimo disse...

What is this?

Anônimo disse...

O gabarito está publicado no diário oficial de hoje.

Anônimo disse...

Caros colegas eu concordo com tudo que escreveram, mas eu tb so queria honestidade que deus abençoa a todos nos beijos

Anônimo disse...

tive 60% de acertos na objetiva e apenas 10% na específica. Fiz a avaliação na disciplina de matemática.

Anônimo disse...

Nossa! acertei somente 42 questões, 31 na pedagógica e, apenas, 11 na específica. Prestei BIOLOGIA, quem prestou para essa área?

Anônimo disse...

Prestei Português. 42/50 conhecimentos pedagógicos e 6/30 conhecimentos específicos.
Estou muito confusa pois há respostas no gabarito oficial que julgo serem impossíveis de serem as corretas.
O que se faz nessas situações?

Anônimo disse...

Acertei 30 pedagógica e 15 especifica de química. Ai to preocupada.

Anônimo disse...

A prova de português, foi pura gramática descontextualizada, não havia um único texto, puro tradicionalismo, prova muito ruim a especifica alguém entendeu a questao sobre mudança de genero? Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

A prova de português, foi pura gramática descontextualizada, não havia um único texto, puro tradicionalismo, prova muito ruim a especifica alguém entendeu a questao sobre mudança de genero? Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

olá pessoal, acertei apenas 40 entre pedagógica e específica, prestei para LP e vcs?

Anônimo disse...

De 40 pra cima as questões dissertativas serão corrigidas, abaixo disso não.

Anônimo disse...

29/50 (pedagógica), 13/30 (específ), total 42, ou seja, fiquei na metade. Talvez muitos fiquem nesta média, uns pouco mais, outros pouco menos. Creio q o diferencial será a prova escrita e tb, claro, os títulos p/ fins classificatórios. Agora é esperar pra ver a nota de corte. (mas acertando metade... hummm... sei não) :(

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 758   Recentes› Mais recentes»