Procura apostilas? Pesquise aqui!

Gabarito e Resultado Concurso Aparecida de Goiânia - GO 2013 - Informações

Os gabaritos e resultados do concurso público 2013 da Prefeitura Municipal de Aparecida de Goiânia - GO serão divulgados no endereço eletrônico http://www.cs.ufg.br/, nas datas abaixo:
- O gabarito preliminar da Prova Objetiva será divulgado no dia 17 de novembro de 2013, após o término das provas. 
-  O resultado preliminar da Prova Objetiva, o boletim de desempenho da Prova Objetiva, o gabarito oficial e a disponibilização do cartão-resposta da Prova Objetiva serão divulgados no dia 26 de novembro de 2013. 
- O resultado oficial da Prova Objetiva será divulgado no dia 02 de dezembro de 2013. 
- O resultado preliminar da Prova de Redação será divulgado no dia 09 de dezembro de 2013, e o resultado oficial será divulgado dia 19 de dezembro de 2013. 
- O resultado preliminar do Concurso Público será divulgado no dia 19 de dezembro de 2013. Esse resultado será divulgado em ordem alfabética, com a respectiva classificação e as pontuações obtidas em cada uma das provas. 
- A relação preliminar dos candidatos considerados deficientes pela Junta Médica do Fundo de Previdência dos Servidores do Município de Aparecida de Goiânia (AparecidaPrev) será divulgada no dia 09 de janeiro de 2014, e a relação oficial no dia do resultado final do concurso. 
-  O Resultado Final e o Boletim de Desempenho oficial do concurso serão divulgados até o dia 16 de janeiro de 2014, no sítio , nos termos deste Edital, com a lista dos nomes dos candidatos aprovados e classificados em ordem decrescente da pontuação final, com a respectiva classificação. 
São 948 vagas para os seguintes cargos:
- Ensino Fundamental - Instrutor Surdo I (18);
- Ensino Médio - Intérprete de Libras I (9), Auxiliar de Secretaria I (35) e Agente Educativo (250);
- Ensino Superior - Bibliotecário I (24), Profissional de Educação I de Artes Cênicas (2), Artes Visuais (4), Inglês (2) e Música (4) e Pedagogo (600).




61 comentários:

Anônimo disse...

LEGAL FOI NA ETIQUETA DA FISCAL QUE ESTAVA NA MINHA SALA...ESTAVA ESCRITO "FICAL DE APRICAÇÃO"..
LAMENTÁVEL....DEPOIS RECLAMAM DO SALÁRIO....

SOBRE O GABARITO,ESTAVA ESCRITO MESMO DIA 18, SERÁ QUE SAI MESMO?

Anônimo disse...

29 geral e 6 especifica lp

Anônimo disse...

Boa sorte a todos!!!
Eu fiz a prova de Língua portuguesa e só acertei 24 na Objetiva e 4 na específica. Mas... a vida continua!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Pois eu acertei 80% na Pedagógica e 50% na Específica!!!
Estou dentro!!! kkk...

Anônimo disse...

Acredito que ter ido mal na prova a principio não adianta desespero . O ideal é esperar a curva , pois o que foi dificil para um com certeza para outros também. Quanto ao comntário feito por alguns colegas tipo quem não mandou estudar, seu burro Não dê importância, pois com certeza este é um burro humano mostrando ser egoísta ou algum inteligente que ganha seus 30 mil reais por mes rsss

Anônimo disse...

O pior que podemos desejar para estas pessoas que querem diminuir os outros é que trabalhem em uma escola do estado.kkkkkkk

Anônimo disse...

Consultando a bibliografia e a prova tem uma questão do autor Sirio Possenti, Mal comportadas línguas que não faz parte daquilo que constava no edital.

Anônimo disse...

A bibliografia de LP

Anônimo disse...

Segundo a fundação Erguia-se a cantora como uma vênus NÃO se estrutura em uma comparação
Achei que seria Sou extraordinariamente paciente - desde que as coisas sejam feitas do meu modo.

Anônimo disse...

Segundo a fundação a afirmativa
Vamos passar quinze dias no Egito e depois vamos ao Cairo é totalmente coerente mais coerente que Viva todos os dias como se fosse o ultimo.Um dia você acerta.
Para mim não, já que o Cairo fica no Egito.

Anônimo disse...

Essa eu considero anulada a não ser que alguém tenha um argumento melhor.

Anônimo disse...

Segundo a fundação "A vitalidade do livro de bolso. Formato completa 60 anos na França e resiste aos e-books. Para eles, significa seu baixo preço apesar da redução das vendas
Para mim sua permanência apesar da modernidade.

Anônimo disse...

o MAIOR FIASCO DA fgv

Anônimo disse...

Eu vi erro em pelo menos 10 questões! Isso muda meu resultado radicalmente: de 9 para 19 acertos!!!! Como ficará isso? Não bastasse a palhaçada de uma prova que vai totalmente contra as orientações curriculares do próprio estado, ainda esse gabarito equivocado?!!!! Ninguém merece!!!!

Anônimo disse...

Fiz somente 30 em SOCIOLOGIA

Anônimo disse...

30 total

Anônimo disse...

ACERTEI 38 SERÁ QUE IREI PARA, CORREÇÃO DA DISSERTAÇÃO.

Michele Ramos Betti disse...

fiz 48 em sociologia !

Michele Ramos Betti disse...

quem fez para sociologia foi meu esposo!

Anônimo disse...

Colegas,

Encaminhei um e-mail à FGV, questionando o gabarito de Língua Portuguesa - Tipo 2 - Verde.

Recebi a seguinte resposta:


Prezada candidata,

Deverá interpor recurso através de link próprio, o qual será disponibilizado conforme comunicado:

O gabarito oficial preliminar das provas escritas objetivas será divulgado no Diário Oficial do Estado e no endereço eletrônico http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/pebsp no dia 19 de

novembro de 2013. Caberá recurso contra o gabarito oficial preliminar no prazo de 0h de 21 de novembro de 2013 até às 23h59min de 22 de novembro de 2013.


Atenciosamente,

FGV Projetos

Anônimo disse...

Diante da resposta obtida, cabe-nos somente a opção de recurso. Pois, pelo visto, não terão a dignidade de admitir que o gabarito está incorreto!
Repassei a prova a um professor de português de minha faculdade e ele também achou várias incoerências. A questão do "têm", então, nem se fala!

Anônimo disse...

Arbitrariedade é a cara do governo de São Paulo! Vamos recorrer sim, mas protestar também! Além do desgaste da prova, ainda precisaremos ter o trabalho de recorrer com questões que estão tão obviamente erradas???

Rose disse...

Na minha sala faltaram 10 pessoas.
As fiscais demoraram de 10 a 15 minutos para se resolverem, pois entregaram provas trocadas de Ciências e Deficiências(visual,au-tiva...),perdemos esse tempo todo, pois só depois de resolvido o fato é que pudemos abrir o caderno.
Prova extremamente fora da reali-
dade!!!!Ridículo.
A frase é: No período da manhã nos deu o doce e a tarde tirou bonitinhoooo....

Anônimo disse...

Contribuindo com os recursos. Vamos lá pessoal! Não desistam! Temos de lutar contra as arbitrariedades do governo.

Conhecimento Pedagógico


nº 22 da prova de Tipo 1 – Branca.

1) Solicito recurso para a questão de nº 39 da prova de Tipo 2 – Verde de Conhecimentos Pedagógicos. A referida questão pediu o apontamento da alternativa que indicasse o conceito para um fragmento citado, este que faz parte do Currículo do Estado de São Paulo: Linguagens, códigos e suas tecnologias, 2ª ed. – 2011 p.11. Abaixo apresento o fragmento com a correta indicação do conceito, que é “Autonomia” alternativa B, e não “Anarquia” como indicação correta na alternativa A.

“O desenvolvimento pessoal é um processo de aprimoramento das capacidades de agir, pensar e atuar no mundo, bem como de atribuir significados e ser percebido e significado pelos outros, apreender a diversidade, situar-se e pertencer. A educação tem de estar a serviço desse desenvolvimento, que coincide com a construção da identidade, da autonomia e da liberdade. Não há liberdade sem possibilidade de escolhas. Escolhas pressupõem um repertório e um quadro de referências que só podem ser garantidos se houver acesso a um amplo conhecimento, assegurado por uma educação geral, articuladora e que transite entre o local e o global”.


Anônimo disse...

Contribuindo com mais uma!Vamos com inteligência que venceremos!

nº 13 da prova de Tipo 1 – Branca

2) Solicito recurso para a questão de nº 22 Tipo 2 – Verde de Conhecimentos Pedagógicos, na qual o solicitado foi assinalar a alternativa que indicasse o nome do documento que representa o desejo de um novo modelo educacional para o Brasil. O texto inicial falava que este documento foi elaborado em 1931 na IV Conferência Nacional de Educação. Na realidade o “Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova” foi lançado no ano 1932, conforme é citado abaixo, com um fragmento do autor José Luiz de Paiva Bello, no livro “História da Educação no Brasil”, 2001.

Período da Segunda República (1930 - 1936)
A Revolução de 30 foi o marco referencial para a entrada do Brasil no mundo capitalista de produção. A acumulação de capital, do período anterior, permitiu com que o Brasil pudesse investir no mercado interno e na produção industrial. A nova realidade brasileira passou a exigir uma mão de obra especializada e para tal era preciso investir na educação. Sendo assim, em 1930, foi criado o Ministério da Educação e Saúde Pública e, em 1931, o governo provisório sanciona decretos organizando o ensino secundário e as universidades brasileiras ainda inexistentes. Estes Decretos ficaram conhecidos como "Reforma Francisco Campos".
Em 1932 um grupo de educadores lança à nação o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, redigido por Fernando de Azevedo e assinado por outros conceituados educadores da época.

Anônimo disse...

Olha a terceira aí gente! A luta continua, quem manda mais?

nº 37 da prova de Tipo 1 – Branca

3) Solicito recurso para a questão de nº 06 Tipo 2 – Verde de Conhecimentos Pedagógicos, a qual se refere a adequação do planejamento as ações práticas de cada dia que aponta os seguintes itens como corretos:

I - Os professores não precisam considerar seu conhecimento sobre os alunos, suas diferenças, suas habilidades e seus interesses.
III – É importante que o professor saiba adequar a matéria para que os alunos a compreendam.

Essa questão apresenta a alternativa B como correta.

Numa concepção de planejamento o professor precisa considerar seu conhecimento sobre os alunos, suas diferenças, suas habilidades e seus interesses, afinal não se trabalha com processo de ensino e aprendizagem sem levar em consideração as características e complexidades do alunado. Logo, planejar é essencial e não necessário como assinalado e considerado correto no item I.
Dessa forma, apenas o item III está correto, pois trata da necessidade e da importância do professor se planejar e adequar a matéria para que os alunos aprendam, visto que o item II já fora desconsiderado como correto na questão, pois diz de maneira equivocada que o planejamento “nunca deve ser alterado para não atrapalhar o andamento do programa”. Além disso, temos o trecho de referência de Tardif e Lessad (2008, p27) que ressalta “Num mesmo dia, os professores têm que levar em conta períodos maiores ou menores de receptividade, de atenção aos alunos, bem como a assimilação da matéria”, fortalecendo, ainda mais, a solicitação de anulação da referida questão.
Sendo assim , considerando o exposto acima, apenas o item III está correto, alterando a alternativa correta, que passa a ser a “A” que diz “se somente a afirmativa III estiver correta”.

Anônimo disse...

Lembrando que as três questões que encaminhei estão voltadas para o conhecimento pedagógico de Língua Portuguesa. Imagino que seja igual para todos, com exceção da prova Tipo 1 branca, a qual especifiquei em cada questão.

Anônimo disse...

Vamos para a específica de Língua Portuguesa que mesmo com a retificação do gabarito ainda temos questões erradas. E lá vai a primeira:

Conhecimento Específico de Língua Portuguesa

nº 04 da prova de Tipo 1 – Branca

Solicito recurso para a questão de nº 27 da prova de Tipo 2 – Verde de conhecimentos específicos de Língua Portuguesa, na qual se pede a alternativa em que houve desvio na formação de um advérbio. A questão apontada como correta é a de alternativa “D”, mas de acordo com as regras gramaticais na Língua Portuguesa, existe apenas um único sufixo adverbial, que é o sufixo "-mente", derivado do substantivo feminino latino mens, mentis . Este sufixo juntou-se a adjetivos, na forma feminina, para indicar circunstâncias, especialmente a de modo.

Exemplos: altiva-mente, brava-mente, bondosa-mente, nervosa-mente, fraca-mente, pia-mente

Já os advérbios que se derivam de adjetivos terminados em –ês (burgues-mente, portugues-mente, e cortes-mente.) não seguem esta regra, pois esses adjetivos eram uniformes.

Analisando a regra acima descrita e exemplificada, a questão tem dois advérbios corretos, as alternativas A (cortesmente) e a D (burguesmente). Sendo assim, conforme o exposto acima, solicito a anulação da questão.

Fonte: http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf9.php



Anônimo disse...

Vamos para mais uma pessoal !!!


nº 11 da prova de Tipo 1 – Branca
5) Solicito recurso para a questão de nº 06 da prova da prova de Tipo 2 – Verde de conhecimentos específicos de Língua Portuguesa, na qual se solicita a escolha da alternativa correta em relação à regra apontada por alguns gramáticos, que dizem que não se pode começar frase com pronome pessoal oblíquo átono. A alternativa indicada como correta é a “D”, que aponta a regra como correta, mas não se aplica o pronome na frase, pois é tônico na pronúncia brasileira. A afirmativa anterior é falsa, pois o pronome “me” não é tônico e sim átono.
A norma culta não aceita orações iniciadas com pronomes oblíquos átonos. De acordo com as autoras Rose Jordão e Clenir Bellezi, a colocação pronominal é a posição que os pronomes pessoais oblíquos átonos ocupam na frase em relação ao verbo a que se referem.

São pronomes oblíquos átonos: me, te, se, o, os, a, as, lhe, lhes, nos e vos.

O pronome oblíquo átono pode assumir três posições na oração em relação ao verbo:
1. próclise: pronome antes do verbo
2. ênclise: pronome depois do verbo
3. mesóclise: pronome no meio do verbo.
Diante da explicação acima, não há nenhuma alternativa correta nessa questão. Sendo assim, solicito a anulação da referida questão.

Anônimo disse...

Olha a terceira aí gente!!!


nº 16 da prova de Tipo 1 – Branca

6) Solicito recurso para a questão de nº 08 da prova Tipo 2 – Verde de conhecimentos específicos de Língua Portuguesa, na qual se aponta a alternativa “E” sendo aquela que apresenta erro de concordância, entretanto, a alternativa “B” também tem erro em relação à concordância, pois deve-se respeitar a seguinte regra: O adjetivo concorda com o substantivo a que se refere. O adjetivo concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere, abaixo alguns exemplos:
Incorreto: As faces rosada das crianças.
Correto: As faces rosadas das crianças.
Incorreto: Os casacos bonito ficaram prontos.
Correto: Os casacos bonitos ficaram prontos.

Sendo assim, a questão apresentou mais de uma alternativa contendo erros de concordância.
Fonte: http://comunidade.cogroo.org/rules/xml:17

Anônimo disse...

E para concluiu já vai a quarta questão específica de Língua Portuguesa. Vamos lá pessoal! Publiquem os recursos que você encontraram.
Gostaria de frisar que todos, mesmo os que acertaram as questões que cabem recurso fizessem o mesmo. Não temos de ir pela política da conveniência,já sentimos na pele isso. Não vamos cometer o mesmo erro. Saibam que essas questões que enviei acertei 05 das sete e mesmo assim, não poderia deixar de dar a minha contribuição aos meus pares. Vamos mostra para o Estado que somos unidos de verdade e fazer desse concurso, por meio de nossas articulações o quanto somos capazes!


nº 21 da prova de Tipo 1 – Branca

7) Solicito recurso para a questão de nº 17 da prova de Tipo 2 – Verde de conhecimentos específicos, se pede o gênero textual a que pertence o seguinte fragmento: “Acha-se ali sozinha e sentada ao piano uma bela e nobre figura de moça. As linhas do perfil europeu desenham-se distintamente entre o ébano da caixa de piano e as bastas madeixas ainda mais negras do que ele”.
A questão solicitava a escolha da alternativa com o gênero correto do trecho, mas as alternativas apresentavam apenas tipos de texto, sendo assim todas estão incorretas. O fragmento apresentado pertence ao gênero romance e nele predomina o tipo de texto chamado descritivo. Sendo assim, solicito a anulação da referida questão.

Anônimo disse...

Deixo uma sugestão: quando cada um for interpor os seus recursos seria interessante acrescentar, modificar algumas palavras, claro, sem perder a coerência da argumentação.

Anônimo disse...

Espalhem todos esses dados em todas as redes sociais e vamos compartilhar. Aponte os recursos de outras disciplinas, de Língua Portuguesa e até da parte pedagógica que talvez eu não tenda percebido.
A propósito, estou aceitando recursos da disciplina de Filosofia. Tenha alguma por aí?

Anônimo disse...

Retificando, antes que algum "PHdeus" me corrija:

Onde se lê "tenda", retifica para "tenha".

Onde se lê "tenha", retifica para "tem"

Erro de digitação! É a empolgação! Vamos nessa! rsrsrsrsrsrsrs

Vamos ao que interessa pessoal, articulem-se.


Anônimo disse...

....

Anônimo disse...

Olá pessoal,

Estou deixando minha contribuição:

Solicito recurso para a questão de nº 23 da prova de Tipo 2 - Verde - de Conhecimentos Específicos de Língua Portuguesa,
na qual se pede para que se assinale a alternativa cuja anotação "lhe" pareça inadequada. Sendo assim, qualquer alternativa
poderia ser considerada CORRETA, pois cada professor pode ter um parecer diferente a respeito dessa questão. Acredito
que o correto seria formular a questão da seguinte forma:

Assinale a alternativa cuja anotação ESTÁ inadequada.

Diante do exposto acima, solicito a anulação da questão supracitada.

Anônimo disse...

A questão 4 (prova branca de L.P) também está incorreta, visto que formamos o advérbio de modo acrescentando o sufixo -mente ao adjetivo no feminino, exceto quando estes advérbios derivam de adjetivos terminados em -ês ex: burguesmente, cortesmente, portuguesmente ou seja há duas respostas corretas.
E acredito que a charge deixou confusa a questão n°1, pois a resposta marcada como correta afirma "a escola, ao contrário do que pensa o professor da charge deve dar acessibilidade a norma culta da língua, democratizando o acesso à variação de mais prestígio social" eu concordo mas dependendo do contexto em que for inserido, o diálogo citado é justificável. Isso é algo que ensinado em sala de aula (apesar de nunca ter lecionado, eu acredito que seja), deu a impressão de que a resposta desvaloriza totalmente ensino a variação linguística.
Também gostaria que alguém colocasse um ponto de vista sobre a questão 8,a alternativa "c- adotam a próclise ao auxilar nas locuções formadas por auxiliar+infinitivo" posso estar me confundindo, mas de certa forma os autores não adotam essa colocação mesmo que de forma irregular, o que acham? A alternativa "c" também poderia estar correta ou não? Posso estar muito enganada mas por favor, coloquem a opinião de vocês, eu ainda tenho muitas dúvidas!!!

Rose disse...

Colegas:

Será que cabe recurso na Prova de Ciências?
Só temos mais um dia para recorrer.

Anônimo disse...

falem alguma coisa sobre sociologia por favor me ajudem.

Anônimo disse...

Quando um carioca falar mal do Tietê eu vou responder: ...E vcs que tem FGV.... kkkk

Anônimo disse...

hehehe o gostoso deste concurso...foi que eu o FAMOSO TIOZINHO DO PÁTEO....prestou para matematica...sem formação na area (estou fazendo matematica)...acertou 46...e fora as duas que vão cancelar...a 6 e a 39....detalhe...o tiozinho tem 55 anos...rsrsrsrsrsrs..

Anônimo disse...

E a questão 22?

Anônimo disse...

A FGV:
1) elaborou uma prova com questões que não avaliam ninguém
2) errou na maior parte da correção do gabarito
3) portanto, para ser coerente, fará a mesma coisa com a correção de redação.

Explico:
É óbvio que a FGV não tem pessoas capacitadas para elaborar uma prova nem corrigir gabarito e serão essas mesmas pessoas, ou pessoas do mesmo nível, que irão corrigir as redações.
E como as redações serão corrigidas na calada da noite, escondidinho, no escuro, ou seja, não serão publicizadas, nada poderemos fazer. A não ser amargar a não-efetivação.

Anônimo disse...

Quanto às redações, não teremos controle algum e a mesma coisa que foi feito com os gabaritos pode ser feito com as redações.

Anônimo disse...

Baseado com o que houve com os gabaritos tem como entrar com um recurso solicitando que seja anulada a parte dissertativa?

Anônimo disse...

Ou isso ou não efetivaremos.

Anônimo disse...

hdjsdhsldhsk

Rose disse...

Quem fez língua portuguesa tipo 1 branca? Eu fiz acertei 35 de pedagógicas e 22 da específica após a correção do gabarito, mesmo assim acho que há questão que tem de ser anulada

Anônimo disse...

Quem fez ingles? Fiz 38 ped e 21 esp.
Espanhol estava muito dificil, 13 esp

Anônimo disse...

Alguém poderia me dizer sobre a prova de ingles( tipo 2).
Alguém conferiu?
Caberia também algum recurso?

Anônimo disse...

Alguém sabe se tem previsão do resultado do concurso?

Anônimo disse...

Nem mesmo a FGV tem previsão para o resultado!

Anônimo disse...

Pessoal, agora que sairam as retificações dos gabritos e as anulações de algumas questões percebemos quantos erros ... muitos. Não me surpreendo com as divergências de opiniões, ao contrário, acho muito positivo. Professores mais conservadores, outros mais contestadores. Isto é democracia, diversidade de opiniões, é isto que constrói o conhecimento. Os "contestadores inconformistas" que não aceitam divergências se tornam reacionários da mesma forma. Pensem nisto. Professores de Sociologia, o que acharam da prova? Manifestem-se. Eu esperava questões que tratassem de movimentos sociais (já que estamos vivenciando alguns pelo Brasil afora), sobre grupos de países emergentes como G20, BRICS, movimentos migratórios no Brasil, e assim por diante. E voces?

Anônimo disse...

...

Anônimo disse...

não consigo visualizar o resultado

Anônimo disse...

O arquivo não está disponível. há ahahahah

ana pepa disse...

O que vocês acharam das notas de corte????
A de Educação Física achei alta....
Não entendi pois a maioria do povo que conversei e que li comentários na net não foi tão bem assim....

Andrey Victor Souza disse...

Boa noite. Prestei p química e fiz 45 pontos na objetiva e 12,35 na soma das questões dissertativas. Será que é o suficiente p ser efetivado?
Feliz Natal a todos!

Anônimo disse...

Fiz 41 na objetiva e 12,00 nas dissertativas,matemática, será que dá?

Anônimo disse...

fiz 13.30 aprovado sociologia